Roma

translate to English
Já não sei se foi alguma personagem do Eça que o disse, mas planear é uma das etapas de viajar que é quase tão bom como a viagem em si.
As férias da Páscoa estão quase a começar e desta vez Roma é o nosso destino.
A escolha não foi ao acaso, é a altura certa para passarem dos livros de História e Geografia à História ao vivo.
Depois de passar dias a rever o Coliseu e Jules César com a Mariana, ou ler sobre o Mussolini a propósito do Holocausto com o Miguel, ou assistir aos mil e um trabalhos da Marta sobre as Grandes Guerras, a escolha desta cidade não podia vir mais a propósito.
Vai ser bom descansar e termos mais este tempo só nosso. É o que queremos, estarmos juntos, e descobrirmos coisas novas. Deixá-los ver mundo para valorizarem melhor o que já temos de bom e perceberem o que ainda nos falta a este povo à beira mar plantado.
Visitar esta cidade onde já estive há tanto tempo e que me lembro perfeitamente de pensar que se alguma vez tivesse que trocar esta Lisboa que me encanta por outra cidade para viver, Roma seria a cidade que eu escolheria.

quando errar é o verbo que predomina

translate to English
Um fim-de-semana nisto ... Medi, alterei o molde para folgar mais em baixo, fiz e desfiz, acertei daqui e acertei dali, e não consegui que saísse como eu queria.
Já não consigo arranjar forma de disfarçar o quadrado que não ficou centrado na frente e a ideia agora é dar uma volta àquele decote que talvez à terceira acerte. Era para oferecer mas vai ficar para mim. Com boa vontade minha até consigo imaginá-la em conjunto com umas calças brancas justas e umas sandálias rasas giras.
É assim! Há dias em que por mais voltas que dê isto não me sai bem.

silêncio

translate to English


Entrar em casa e ouvir o silêncio.
Um bem raro que nos últimos anos deixei de saber como é.
A casa vazia e apreciar o final da tarde de uma sexta-feira.
Ficar a ver as sombras desaparecerem e regar as minhas orquídeas que começam a mostrar o que valem.
Um dia vou ter saudades do ruído da vida com os meus filhos assim como agora tenho saudades deste silêncio. A incongruência de querer e não querer ao mesmo tempo. Eu sei que não se pode ter tudo e neste momento basta-me o facto de saber que devo ter mais uma meia-hora assim ...
A "roda-viva" desta vida parece que está parada por um bocadinho ...
Não vou fazer nada nem adiantar jantar nem coisa nenhuma porque também sei que já já vou ter tempo para isso tudo :)
Que bom que é começar o fim-de-semana assim :)

maxi dress

translate to English


O tecido estava guardado à espera de uma ideia.
Tendo em conta as cores parecia difícil de sair da prateleira.
A ideia foi da Marta (que detesta cor-de-rosa! Como seria se não detestasse ...). E o molde fui eu que fiz.
Com a mudança da hora o dia já se prolonga pelo final da tarde. Mas não chega, continuo a desejar que venham os dias de calor, o sol, as tardes mornas da Primavera e as noites boas para trocar as conversas de lareira pelas conversas de varanda.
É por causa desta falta de sintonia com este tempo que teima em desiludir-me que cá por casa se vai fazendo vestidos a lembrar o Verão. Se tudo correr bem e se este domingo o tempo deixar pode ser que seja desta que consigo ir ao mercado do CCB.

fazer

translate to English

 
Nunca andei por estas lides, a "minha praia" como se costuma dizer era e ainda é de outro tipo que não tem nada a ver com estas andanças dos tecidos, da costura, e das roupas. Mas isso não impede que não se experimente mesmo "andar por outras praias".
Durante o mês de Abril vou ter uma "montra/vitrine" (no Espazo self-store) onde vão estar em exposição alguns dos tecidos e dos botões que estão à venda na loja on-line.
Este tipo de serviço é novo e ainda não se vê muito em Lisboa.
Esta é uma forma dos negócios on-line poderem expor os seus artigos e permitir que, além do contacto visual, quem quer comprar possa também ver e confirmar se lhe interessa e se corresponde às suas expectativas.
À partida parece-me que quem se lembrou disto teve uma excelente ideia. Em termos de retorno não sei o que é esperado mas estou curiosa para ver o que acontece.
Experiência, experiência, ... e ensaiando, ensaiando, ... :) Vai-se fazendo ... :)

 

ça ç'est moyen-âge, mãe?

translate to English














O Mude é um dos meus museus favoritos em Lisboa.
E em relação a alguns do mesmo tipo que conheço de outras cidades julgo que lhes dá dez a zero.
Visitámos a sala dos cofres do antigo BNU onde vimos a exposição da Teresa Segurado Pavão.
E demos à Mariana o tempo que necessitou para absorver a ideia fantástica que nunca lhe tinha passado pela cabeça de estarmos dentro do cofre forte de um Banco. Esperámos e depois de ela analisar bem as portas do cofre e perceber bem o que se fazia por ali noutros tempos subimos até ao piso 3.
Último dia da exposição sobre o Felipe Oliveira Batista. Parte das fotografias foram tiradas pela minha mini fotógrafa enquanto eu me entretive a apreciar os detalhes de execução de algumas das peças expostas.
Em memória fica-me a primeira pergunta da Mariana que sem saber que tipo de exposição a esperava ao ver o primeiro expositor com três modelos diz: "Ça c'est moyen-âge, ou préhistoire, mãe?".
Uma interpretação possível sobre moda, sem dúvida. O objecto de tal pergunta está na terceira fotografia. Eu adorei a construção e a geometria da coisa que se vê melhor na fotografia seguinte, mas admito que aos olhos de uma criança que está agora a estudar a pré-história possa parecer algo assim.
Gostei imenso desta visita ao Mude, e para terminar, eu diria que era mocinha para usar os dois últimos vestidos :)

os chamados dias de museu

translate to English




Há uns tempos atrás ganhámos um convite para cinco pessoas (a conta certa para nós) para visitarmos a exposição "A Paisagem Nórdica do Museu do Prado" no Museu Nacional de Arte Antiga.
Não consegui fotografar todos os pormenores deliciosos que pudemos contemplar. Trouxe só alguns que não podia deixar de ser: pela riqueza do detalhe e pela cor (como sempre), os cães, os papagaios, e uns passeios pelo jardim. Estas imagens são pequenas partes de quadros que estão nas primeiras salas e que foram as minhas preferidas.
Puro prazer para os sentidos. Não me ocorre acrescentar nada porque não há palavras que possam descrever algo assim.
A visita foi feita num dia de Inverno muito parecido com estes dias de Primavera em que estamos.
A ideia para este fim-de-semana era visitar o Coolares Market, mas com este tempo não sei se não iremos para a hipótese dois que será uma visita ao Mude onde estão umas exposições temporárias que parecem interessantes. Ou então ficar aqui por casa também é uma possibilidade que não descarto. Enfim, vamos ver qual vai ser a mood ... O fim-de-semana está aí quase, quase, a começar ... Venha ele :)

botões de partilha